JUIZ SUSPENDE DECISÃO QUE CASSOU O PREFEITO DE ASSUNÇÃO DO PIAUÍ

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Piauí (TRE/PI), através do juiz José Wilson Ferreira de Araújo Junior, deferiu, na última terça-feira (23), a liminar que pediu a suspensão da cassação do diploma do prefeito de Assunção do Piauí, Gabriel Mendes Lopes, do vice Antonio Luiz Neto (Netinho) e também o Vereador José de Sousa Lira (Zé Padre), atual presidente da Câmara Municipal.

 

DA SENTENÇA

 

A sentença foi aplicada pelo Juiz da 39ª Zona Eleitoral de São Miguel do Tapuio, Dr. Roberth Rogério Marinho Arouche. Ele julgou procedente a representação interposta pelo senhor Francisco Mota de Sousa, representante da coligação “Respeito a Assunção” nas eleições municipais de 2012. A cassação foi fundamentada por “suposta existência de captação ilícita de sufrágio decorrente de compra de votos” por parte do prefeito, nas eleições de 2012.

 

O juiz José Wilson Ferreira considerou que há uma certa fragilidade nas provas que determinou a decisão condenatória do prefeito. “[...] Isso porque o MM. Juiz Eleitoral reconheceu a compra de votos dos eleitores Francisco Arimatéia Oliveira Santana e Francisca Sobral da Silva Neta unicamente com base no depoimento exclusivo destes. Nenhuma outra testemunha confirmou esse fato.

 

Com relação aos eleitores Amado Filho e Carliane de Alencar Sousa foi feito diante de depoimento prestado por terceiros, qual seja, Antônio Pinheiro de Sousa, tio de Amado Filho, o qual afirma que sequer presenciou o fato, e por Erliete Pereira de Sousa, tia de Carliane de Alencar Sousa, sem sequer a própria eleitora confirmar o ocorrido. Não há outra prova desses fatos”, diz trecho da decisão do juiz.

 

O magistrado alegou, ainda, que com relação “à venda de material de construção por Antônio Soares de Freitas, vulgo Antônio Bagaço, à Prefeitura Municipal de Assunção do Piauí/PI, o qual seria doado aos eleitores, necessário se faz uma maior averiguação desse caso, quando da apreciação do recurso eleitoral, sobremodo porque as notas fiscais acostadas aos autos e mencionadas do decisum não são pertinentes ao período eleitoral”. Portanto, o Juiz José Wilson Ferreira de Araújo Junior, deferiu o pedido de liminar e suspendeu a cassação do prefeito Gabriel Mendes.

 

RETORNO

 

Ao retornar para a cidade de Assunção do Piauí na noite de ontem (23), centenas pessoas aguardavam o prefeito Gabriel Mendes, na ladeira que serve de portão de entrada da cidade. Em cima de uma carro aberto, o gestor municipal chegou por volta das 19h quando recebeu às boas vindas e o carinho de seus amigos e simpatizantes. Em seguiu em carreata pelas principais ruas até o centro da cidade.

 

Emocionado, o prefeito Gabriel Mendes, agradeceu a recepção calorosa do povo assunçãoense. “Agradeço primeiramente a Deus e em segundo lugar ao meu povo de Assunção do Piauí, por acreditar na minha pessoa, no meu trabalho e principalmente por acreditar que estou no cargo de prefeito através da vontade do povo”, disse o prefeito.

 

Fonte/Foto: Com informações do Portalsamita

Edição: Assunc@oLivre

Publicação: 25/06/2015 06h12m

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!