PROJETO DE PRODUÇÃO DE ALIMENTO COM LUZ SOLAR EXPERIMENTADO EM ASSUNÇÃO DO PIAUÍ SERÁ APRESENTADO AO NORDESTE BRASILEIRO.

 

A Escola de Formação Paulo de Tarso – EFPT, Centro Regional de Assessoria e Capacitação – CERAC, ambas entidades membros da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), serão recebidas nesta sexta-feira dia 24 de maio, na Comunidade Brejinho, zona rural de Assunção do Piauí, pela Comissão de Convivência com o Semiárido de Assunção do Piauí, STTR e comunidade local, para realização de um “intercâmbio”, encontro entre agricultores experimentadores de convivência com o semiárido.  

O evento terá início às 08:00h com café da manhã, momento místico e, durante o dia será de palestras e visitas a locais de experiências vividas por famílias do município. Durante a noite os membros das entidades participarão de uma tradicional “novena do mês de maio” e em seguida participarão de uma apresentação de reisado, com caráter de noite cultural.

Um dos projetos de experiência de convivência com o semiárido que serão apresentados às entidades por agricultores de Assunção do Piauí será o “Sistema Semiárido de Produção de Alimento – SISEPA”, um uma experiência testada e aprovada no município que traz uma técnica simples de produção de alimento com a luz solar e uma mínima quantidade de água, compatível com as condições climáticas do semiárido. O projeto foi desenvolvido pelo líder comunitário José Caetano da Silva (Caetano Silva) e experimentado na propriedade de Manoel Sales do Nascimento (Nascimento), zona rural de Assunção do Piauí.

Fonte/Foto: Redação    

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!