ECONOMIA DE ASSUNÇÃO DO PIAUÍ ENTRA EM ESTADO DE DECADÊNCIA E COMERCIO PODE FECHAR

 

De um lado Assunção do Piauí vive o seu 3º ano consecutivo de seca, onde às chuvas anualmente não passaram dos 100mm, atualmente mais 60% da agropecuária já se perdeu por falta de pastagem, os produtores de feijão vivem seus piores momentos. Situação vista e prevista pela BBC Brasil em fevereiro de 2012 quando publicou matéria sobre a situação da pobreza deste município naquela época, numa complexidade de comparações a respeito do lançamento do Programa Federal “Brasil Sem Miséria”.    

De outro lado Assunção do Piauí poderia contar com a circulação do dinheiro do servidor público municipal e aposentados, poderia!, de cada 10 aposentados e cada 10 servidores públicos municipais, 8 possuem empréstimos consignados junto a bancos, ou seja, esta fonte de renda do município está 80% comprometida e não vai circular no comercio local, Francisco Antunes é comerciante neste município e nos confessou que este ano será um dos piores para o seu comércio, pois além de não haver safra, o aposentado tem um débito no seu comércio equivalente a um salário mínimo e uma vez por mês este mesmo aposentado só pode lhe repassar ¼ (um quarto) do valor, lamentando desconto alto de seu pagamento feito pelo banco, através de empréstimo consignado, “estou com medo, eu este ano não vou armazenar estoque para não tomar mais prejuízos”, disse Francisco Antunes.  

Segundo o Programa das Nações Unidas – PNUD o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH deste município é de 0,56, resultado da avaliação de vários seguimentos sociais, econômicos e culturais, os dados do IBGE mostra uma incidência de pobreza de 56,58%, isso porque no censo de 2007 o IBGE mostrava 8011 habitante e em 2010 uma queda para 7503 habitantes, dados que para a câmara de vereadores do município não significam nada, mas para o mundo lá fora tem um custo muito alto, uma vez que o PIB é de 0,12 ocupando a posição 108 do PIB na relação das cidades do Piauí.

Quando o município se desmembrou de São Miguel do Tapuio em 1994 o anseio da população era por independência, desenvolvimento sustentável e progresso, mas ao iniciar seu primeiro ano de administração 1997 o município não investiu na instalação de um mercado público, principal movimento econômico de um município e, até hoje o pau-de-arara continuam fomentando o crescimento do mercado de São Miguel do Tapuio, nada de mercado público em Assunção do Piauí, mas tudo bem, como o município naquela época era o maior produtor de feijão caupi do estado vamos criar uma Secretaria Municipal de Agricultura para estimular a produção, nada!, estamos em 2013 e Assunção do Piauí é um dos municípios que não possui Secretaria Municipal da Agricultura, infelizmente, e o FPM que era o pedaço maior do queijo acabou sendo tomado pelo INSS para pagar multa de recolhimento não repassado pelos primeiros gestores. É ou não é caminhar para a pobreza?

Fonte: Redação.   

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!